Início » Sexualidade » Viagra Feminino: Disfunção sexual nas mulheres agora tem remédio

Viagra Feminino: Disfunção sexual nas mulheres agora tem remédio

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Recentemente, o governo norte-americano aprovou o Flibanserin, o correspondente ao Viagra masculino. A “pílula rosa”, como tem sido chamado o comprimido associado ao famoso azul, traz muito interesse e dúvidas, lá e aqui no Brasil também. Por isso, é tema do artigo de hoje.

viagra-feminino

Flibanserin é o nome da substância, a ser comercializada como Addyi. E é resultado do interesse crescente acerca das questões que envolvem a sexualidade e a libido das mulheres tanto nos meios sociais e científicos.

Embora o campo feminino das relações íntimas não aconteça igual ao dos homens, sem dúvida o produto é um marco, e vem aguçando a curiosidade tanto deles quanto (obviamente) delas, em toda a parte do mundo.

E quando se fala em diferenças na libido e sexualidade, é importante esclarecer que é um erro afirmar que o Viagra Feminino é quimicamente similar ao masculino. Especialmente no que diz respeito ao modo de excitação da mulher.

Antes de falar mais detalhes sobre o Flibanserin, é interessante entender como funciona o desejo delas. É um processo multifatorial, ou seja, não é somente um elemento que vai provocar a falta de tesão – ao contrário deles…

Na prática, isso significa que, por trás daquela negativa para o sexo sob alegação de dor de cabeça ou algo parecido, podem estar: uma crise na relação, problemas no trabalho, certos medicamentos, além de depressão e outras doenças. Também podem ocorrer uma combinação de fatores.

Dito isso, vamos às diferenças entre o Flibanserin e o Sildenafil… Os chamados Viagras feminino e masculino agem em lugares e jeitos diferentes no organismo.  Confira:

  • Flibanserin – na verdade, o Viagra Feminino é um antidepressivo; sua a atuação é central e não periférica. Em outras palavras, quer dizer que ele age no cérebro e promove alterações que não são locais. Com isso, não influencia apenas o sexo, mas o comportamento em geral.

Outra diferença é que o medicamento não precisa do desejo para mostrar sua ação, mas não deixa de atuar sobre ele.

  • Sildenafil – é uma substância que provoca dilatação dos vasos localizados nas extremidades do corpo, principalmente do pênis. E só faz efeito se o desejo do homem está preservado. Isto é, se ele consegue ficar excitado, mas não mantém a ereção.

Basta um comprimido para sentir a ação positiva do remédio. Algo que não ocorre no caso delas…

Entenda como funciona o Viagra Feminino

A nova medicação para tratar disfunções sexuais na mulher tem o poder de liberar dopamina, alterando a quantidade desse neurotransmissor no organismo. A substância faz com que a paciente busque “recompensas mais gratificantes”, deixando-a mais disposta a ter relações íntimas.

Para alcançar seu objetivo, o Flibanserin deve ser tomado diariamente, sendo que o aumento do interesse sexual começa a ser notado só a partir da terceira semana, aproximadamente.

O auge do medicamento, ou seja, o pico de ação, ocorre em geral na quarta ou quinta semana. No entanto, se até a oitava não houver qualquer alteração na libido feminina, é bastante provável que a mulher não tenha respondido ao tratamento.

Por falar em reações, ainda há muito a ser discutido e estudado sobre a eficácia do Viagra Feminino. O que muitos especialistas parecem concordar é que o Flibanserin não é uma pílula mágica; sua eficiência não pode ser tratada como um fato isolado.

E tem mais: quem segue esta linha de pensamento costuma dizer o mesmo inclusive no caso dos homens. Ou seja, muitas vezes é preciso tratar o desejo sexual com psicoterapia, com intervenção de um psicólogo ou psicanalista focado em sexualidade.

Mas, como eu disse lá no comecinho do artigo, a chegada do Flibanserin ao mercado não deixa de ser um marco.

Cuide-se, e até a próxima!


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

História de amor

Acompanhe nossas dicas!