Início » Todos os posts » Sexualidade » Orgasmos múltiplos existem? Saiba o que diz a ciência

Orgasmos múltiplos existem? Saiba o que diz a ciência

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Orgasmo não fica limitado aos genitais. É uma sensação que começa no cérebro e toma conta do corpo. Nossa mente nos libera para o ato sexual. A partir da fisiologia do processo, podemos dizer que orgasmos múltiplos existem? Essa e outras questões estão no post de hoje. Vem comigo que eu explico!

Orgasmos múltiplos

É através do desejo, impulsionado pelos órgãos dos sentidos e pela imaginação, que acontece o start. Ou seja, uma sequência de eventos e sensações que podem culminar lá, no orgasmo.

Orgasmos múltiplos femininos são cercados de mistérios. O assunto faz parte do imaginário popular, especialmente dos homens. Afinal, com um só orgasmo da amada eles ficam felizes da vida, imagine vários em uma só transa…
E qual mulher não gostaria de prolongar a sensação de prazer intenso por mais tempo?

O que será que diz a ciência sobre essa forma de chegar ao clímax mais de uma vez, e em sequência?

Estudiosos do tema afirmam que não existem pesquisas sobre as causas orgânicas para o famoso orgasmo múltiplo que algumas mulheres apresentam. Mas o fato é que, comparadas aos homens, elas possuem um corpo com mais possibilidade de gerar prazer.

É o que os médicos chamam de ‘sensação difusa da sexualidade’, que seria mais vivenciada no universo feminino. Mesmo considerando que elas demoram mais a chegar ao ápice, por outro lado, são capazes de aproveitar o prazer por mais tempo devido a questões funcionais.

Basicamente, é assim: uma vez que chegam ao clímax, as mulheres começam a ter pequenos espasmos prazerosos, curtos, porém, em maior quantidade. São os famosos orgasmos múltiplos. Mas se não houver uma boa fase de preliminares, chegar ao estágio de espasmos fica mais difícil.

O que podemos deduzir a respeito do que diz a ciência sobre os orgasmos múltiplos femininos é que esses fenômenos funcionais não têm ligação direta e única com uma parte específica do corpo. No que diz respeito à anatomia, nada justificaria a presença do clímax prolongado.

Portanto, leitor, leitora, é interessante cuidar bem do lado psicológico, emocional e dos estímulos sexuais. Para o orgasmo múltiplo dar as caras durante a transa, muita coisa bacana precisar ser proporcionada.

Entenda o orgasmo feminino, e como ele pode ser multiplicado

A mistificação dos orgasmos múltiplos às vezes atrapalha, sabia? Buscar desesperadamente algo que acontece normalmente quando o casal relaxa e está entregue às sensações do sexo, realmente não pode acabar bem. Fica tudo meio travado, forçado, tenso.

É chato para eles e para elas manter uma preocupação exagerada com os orgasmos múltiplos. Quando não conseguem, as mulheres ficam frustradas, e a autoestima despenca. Afinal, por que ‘todas’ conseguem e eu não?

Uma perguntinha que também costuma ocorrer quando o assunto é o Ponto G. Mas não são todas as mulheres que encontram o tal ponto mágico; e nem todas conseguem gozar mais de uma vez, na sequência ainda por cima, em uma mesma relação sexual.

Veja bem (vou exagerar um pouco): quando você começa uma relação, já fica meio que prevendo ou calculando coisas do tipo “preciso ter um orgasmo clitoriano junto com o vaginal, depois tentarei o múltiplo”? Oi?! Gente, calma, que não é matemática! E para que pensar tanto?

A ciência confirma que o número máximo de orgasmos no mesmo dia varia de pessoa para pessoa. E algumas se contentam com apenas um. Isto é, existe felicidade e vida longe dos quatro sucessivos que alguns são capazes de ter.

O que não é legal é fingir orgasmo, pois assim o parceiro nunca saberá que está sendo insatisfatório. E mais: ao simular o clímax, a mulher favorece a crença de que é incapaz de chegar lá – uma vez que seja, o que dirá várias…

Orgasmos múltiplos existem, mesmo que a ciência não tenha uma pesquisa ou explicação precisa de seus segredos. Não há uma fórmula pronta e comprovada, mas se o cérebro da pessoa acredita que não pode liberar o fluxo para o orgasmo acontecer, provavelmente, ele não vai mesmo.

Espero que o post de hoje possa ajudar a esclarecer um pouco mais sobre o tema… Boa sorte!

Até breve…


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *