Início » Todos os posts » Dicas de Relacionamento » Diferença de idade no relacionamento: Prós e contras

Diferença de idade no relacionamento: Prós e contras

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A opinião de terceiros, geralmente, não é mais importante do que o sentimento e várias outras coisas boas presentes em um casal.

Mas quando há diferença de idade no relacionamento, é preciso estar preparado para enfrentar comentários maliciosos, além de levar em conta vantagens e desvantagens. Conheça prós e contras nesse tipo de relação:

Pontos positivos da diferença de idade

  • No caso de a mulher ser mais nova, ela poderá aprender muito com seu parceiro, e não apenas no quesito amoroso, mas na vida.

É uma oportunidade de dar um up na maturidade, pegar dicas, ouvir conselhos etc.

  • Já para o homem mais velho que tem uma parceira com muitos anos a menos, é um jeito de continuar ativo e rejuvenescido.
  • O mesmo acontece quando o rapaz tem uma boa diferença de idade da parceira. Ou seja, ela aproveita o “gás” que a juventude tem para oferecer.

É comum, inclusive, a mulher ficar empolgada para conhecer lugares novos, se aventurar pelo mundo como já não fazia há bastante tempo ou, simplesmente, nunca tentou.

Pontos negativos em relações com diferença de idade

  • Infelizmente, apesar de a sociedade hoje se dizer mais liberal em alguns aspectos, “os outros” vão falar que você é interesseira porque namora um homem maduro.

Se você tem uns vinte anos de diferença (ele tem 45 e você 25, por exemplo), é bastante provável que seja julgada, sob alegação de que só quer o dinheiro dele, mesmo se ele não possuir uma conta bancária tão recheada assim.

  • Mulher mais jovem também costuma ser alvo de comentários do tipo: “Ela com certeza tem um caso com um rapaz da idade dela”. E não precisa sequer ser flagrada conversando com um boy magia de sua faixa etária – o julgamento acontecerá do mesmo jeito.

Se a pessoa bate um papo com um colega de trabalho ou faculdade, pronto! Ele logo é apontado como o “garotão dela”.

  • E o que dizem da “coroa” que namora um boy? Frases assim: “Olha, que vergonha, ela praticamente paga o rapaz para estar com ela, e por sexo”.
  • Algo a se considerar (e cada um tire sua conclusão se é motivo para não evoluir a relação até o casamento) é que, em relação a 20 anos ou mais de diferença, alguém poderá viver bem mais que o outro.

Porém, isso pode não acontecer. Não há garantias! Mesmo se ele for mais maduro, é capaz de viver até os 90. Se a mulher for até os 70, então estarão juntos até o fim.

  • Apesar de o parceiro mais jovem proporcionar uma vitalidade à relação em certos sentidos, quando existem algumas décadas entre os namorados, nem sempre o mais maduro estará disposto a acompanhar o pique do “baladeiro” de plantão.

Agora, se os dois tiverem interesses e ritmos parecidos, a diferença não vai pesar tanto assim, concorda? Ou seja, seria muito mais uma questão de afinidade do que de idade.

  • É claro que existe, ainda, a possibilidade de o parceiro mais velho ser mais animadinho para cair na noitada que o outro. Tudo é possível!

Porém, em geral, a questão física também é um problema; a maturidade traz experiência, mas o cansaço vem junto.

  • Outra questão a ser levada em conta é que o jovem precisa de uma rede de amigos para se afirmar; enquanto o experiente necessita de amigos para dividir os mesmos gostos, ter uma relação social semelhante, e não para autoafirmação.

E você, o que acha da diferença de idade no relacionamento? Já viveu algo assim e sentiu na pele as vantagens e desvantagens? Quem sabe um amigo esteja passando por isso agora… Deixe sua opinião!

Até breve com novo artigo!


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  • Tenho 45 anos. Minha aparência física é boa, estou em ótima forma. Estou vivendo um caso amoroso com um homen de 67 anos. Estou completamente encantada por ele. Um gentleman, tem paciência pra me ouvir, ri das minhas piadas. E na cama me leva às alturas. Não tem pressa e sabe exatamente o que meu corpo pede.

    Patrícia Oliveira, Boston-MA

História de amor

Acompanhe nossas dicas!