Início » Todos os posts » Sexualidade » Como prevenir uma gravidez indesejada

Como prevenir uma gravidez indesejada

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ter filho é coisa séria, e para sempre. Afinal, ninguém põe uma criança no mundo para, no primeiro conflito, deixar o rebento com o vizinho e se livrar do “problema”. Pelo menos, não deveria ser assim…

Sem contar que nem toda hora é hora de encomendar um herdeiro, seja por motivos profissionais ou pessoais – ou os dois.

como-prevenir-uma-gravidez-nao-planejada

Portanto, se você não quer ou não pode ter um baby neste momento, veja como prevenir uma gravidez indesejada:

  • Pílula – é um comprimido feito com hormônio sintético que age impedindo que o óvulo amadureça e ocorra a famosa ovulação. É um método quase 100% seguro de prevenir uma gravidez indesejada.
  • Camisinha – é um tipo de saquinho de borracha colocado no pênis já ereto, antes de sua penetração na vagina. Graças à camisinha, o esperma ejaculado não entra em contato com o corpo da mulher. Ela serve ainda para impedir a transmissão de DSTs (Aids, sífilis, gonorreia etc.) Existe também a camisinha feminina…
  • Coito interrompido – na prática, é parar o ato sexual instantes antes da ejaculação masculina. Mas interromper o coito assim não é garantia contra gravidez, muito menos contra as doenças sexualmente transmissíveis.
  • Diafragma – é uma pequena capa de borracha inserida na parte mais profunda da vagina de forma que cubra a entrada do colo do útero. Sua função é impedir a penetração dos espermatozoides. Muitos consideram o método pouco prático, pois ele precisa ser colocado antes da relação sexual e retirado somente depois de oito horas do ato.
  • Espermicida – é um produto em creme, espuma ou gel que contém substâncias químicas capazes de destruir os gametas sexuais masculinos. Basta aplicar o espermicida no fundo da vagina antes de cada relação sexual. Porém, ele só faz efeito realmente quando combinado com métodos como o diafragma, entre outros.
  • DIU – é o Dispositivo Intrauterino, uma peça de cobre, plástico ou silicone geralmente em forma de T. O objeto é inserido pelo médico dentro do útero durante a menstruação. Ele evita que o espermatozoide alcance o óvulo. Um dos incômodos do método é a possibilidade de ele sair do lugar, provocando sangramento, cólicas e aumento do fluxo menstrual.
  • Métodos Cirúrgicos – como o nome já sugere, são os métodos para prevenir uma gravidez indesejada por meio de intervenção cirúrgica. Ou seja, as famosas ligadura de trompas (nas mulheres) e vasectomia (nos homens).
  • Pílula do dia seguinte – precisa ser ingerida em duas doses, com intervalo de 12 horas entre elas. É comum causar efeitos colaterais como enjoo e vômito. Quando tomada até 72 horas após a relação sexual desprotegida, tem eficácia aproximada de 80%.
  • Tabelinha – consiste em não ter relações sexuais no período fértil, isto é, naquela fase na qual pode existir um óvulo maduro no organismo feminino. Apesar de ser um método natural, pois não utiliza nenhum material ou remédio, é um dos mais arriscados. A Tabelinha só funciona corretamente se a mulher tiver o período menstrual regular, e mesmo assim ainda há chances de a gravidez acontecer.

Métodos inovadores de evitar uma gravidez indesejada

  • Microchip Contraceptivo – é uma das inovações para prevenir uma gestação fora de hora. O método é implantado debaixo da pele e dura até 16 anos. Uma verdadeira revolução quanto o tema é controle de natalidade.
  • Origami Condoms – são camisinhas articuladas que podem ser vestidas três vezes mais rápido que as convencionais, com a promessa de mais sensibilidade e prazer durante o sexo.
  • L. Condoms – feitas de material reciclado, são biodegradáveis e antialérgicas. E tem mais: a cada L. Condom vendida, uma é doada a um país que luta contra a epidemia de HIV.

Os anticoncepcionais ‘do futuro’, sem dúvida, podem facilitar a vida de muita gente ao atender a diferentes organismos, estados de saúde e demandas. Mas os tradicionais estão aí, e não são poucos! Escolha o mais indicado e previna-se!

Até breve!


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

História de amor

Acompanhe nossas dicas!