Início » Conquista » Como achar namorado ou ficante em rede de relacionamento?

Como achar namorado ou ficante em rede de relacionamento?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ficar em casa esperando que o boy dos sonhos caia do céu nunca foi uma boa estratégia. Mas, atualmente, com ajuda da tecnologia, é quase isso. É possível preencher alguns campos e, pronto, esperar que o Santo Antônio digital faça a parte dele.

Quer saber como encontrar um namorado ou ficante em uma rede social de relacionamento? Confira as dicas:

• Selecione com cuidado as informações e fotos que deseja divulgar. Se está em busca de namorado, não cai bem encher o seu perfil de cliques da balada, bebendo todas e com look todo desarrumado.

• Está procurando um ficante? Deixe isso claro! Preencher o seu perfil como se estivesse querendo algo mais sério só para fisgar bonitões pode ser uma péssima ideia. Isso vale para os meninos também, é claro!

Foto: Pixabay/CCBY
Foto: Pixabay/CCBY

Mas, se a intenção é curtir bons momentos com alguém sem compromisso não quer dizer que sua página na rede social de relacionamento tenha que ser uma bagunça, ok?

Lembre-se que é a sua imagem que está em jogo, independentemente da sua necessidade amorosa atual.

• Converse antes de passar o seu WhatsApp – segure a ansiedade. Por mais que o chat do cupido virtual não seja lá essas coisas, não tenha pressa de passar seu número a um desconhecido.

Mesmo que possamos bloquear pessoas desagradáveis, é melhor ir com calma, em vez de mandar logo o Whats depois de trocar meia dúzia de palavras com o pretendente.

Você convidaria alguém que mal conhece para frequentar sua casa com pouco tempo de conversa?

Além disso, ele pode achar que foi fácil demais conseguir seu número e que você pode estar carente ou desesperada. Ou seja, é uma presa fácil…

• Pergunte se ele está sozinho mesmo – parece bobagem, mas é necessário, pois dizer que é solteiro pode ser: solteiro namorando, solteiro enrolado, solteiro com filhos, etc. Tem de todo jeito e para todos os gostos.

Então, pergunte se ele tem namorada, noiva, esposa, ficante, peguete, o que for… Principalmente, em sites de relacionamento, é melhor ser específica para não deixar margem para mal-entendidos.

• Desconfie se ele disser que não tem Facebook, por exemplo – apesar de não ser uma regra, quase todo mundo tem uma página no Face, Instagram, Twitter, enfim, em algum lugar. E se o cara fez um perfil na rede social de relacionamento, por que não teria nas demais?

Geralmente, os homens casados costumam estar por trás dessa “pegadinha”.

Foto: Pexels/CCBY
Foto: Pexels/CCBY

• Conseguiu o perfil dele nas redes sociais tradicionais? Aproveite para investigar o gato, conhecer seus gostos e pensamentos fuçando as páginas que ele segue, os posts dele e dos amigos; confira se o estilo de vida do paquera virtual tem a ver com o seu.

Se tiver um amigo em comum, melhor ainda! Pergunte ao seu amigo sobre a pessoa com a qual está teclando.

• Antes de marcar o primeiro encontro, procure conversar ao telefone – sim, ligar, ouvir a voz, pois na internet é mais fácil, temos mais tempo para ser a “pessoa ideal”, escrever coisas interessantes para impressionar.

Falar ao telefone requer mais agilidade, faz o outro pensar mais rápido para não perder o timing do bate-papo.

• Conversar ouvindo a voz também é uma boa opção para relembrar detalhes que vocês trataram pela internet, especialmente aqueles sobre os quais você ficou com uma pulga atrás da orelha.

Por exemplo: “Você trabalha onde mesmo?”, “Quando você terminou exatamente?”, “Como foi aquele almoço? ”. A ideia é lembrar datas ou coisas ligadas a tempo. Quando o paquera mente, fica todo enrolado.

Para encerrar, uma regra preciosa, que não muda nunca: marque o primeiro encontro em lugar público, de preferência em um shopping. Pode ser para um café, um chope, cinema, almoço, enfim, opção é o que não falta.

Evite lugares isolados ou ficar dentro de carro parado. E não esqueça de avisar a uma amiga ou familiar onde você está indo.

Boa sorte e até breve com mais dicas!


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
História de amor

Acompanhe nossas dicas!