Início » Todos os posts » Conquista » Amor não correspondido: o que fazer?

Amor não correspondido: o que fazer?

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gostar de alguém que não gosta da gente pode até render belas poesias e canções, mas que dói, isso dói… Então, qual a melhor atitude a ser tomada? Uma delas é tentar conquistar a pessoa.

Pense bem: já é desconfortável viver uma situação assim, platônica. Por isso, para não aumentar ainda mais a sensação desagradável, é importante ter consciência de alguns pontos ou cuidados. Veja:

• Vale mesmo a pena tentar conquistar essa pessoa? Você precisa dela realmente? Ela te faz bem? Lembre-se que a missão de conquistar um amor não correspondido não é fácil e em nenhum momento ela deve desrespeitar a sua felicidade e o seu amor-próprio.

Isso vale tanto para quem deseja tentar fisgar alguém pela primeira vez quanto para quem pretende reconquistar a pessoa amada.

• Quando a pessoa que você ama é seu amigo ou amiga, fique de olho nos sinais corporais que ele ou ela emite para ver se há alguma chance de reverter o quadro.

Ou seja, se existe possibilidade de os fortes laços de amizade que unem vocês se transformarem em “algo mais” da parte dele (a). Tente não criar expectativa demais. Porém, às vezes, a outra pessoa está passando pelo mesmo em relação a você, mas não aparenta.

• Se você já se declarou a alguém do seu círculo de amizades e ele (a) não correspondeu às suas intenções, não negue isso. É importante admitir que nem sempre ganhamos, muito menos no jogo do amor.

Não é vergonhoso reconhecer que não conseguiu o que queria. Não deixe sua autoestima ficar abalada por esse motivo.

Tente reagir da melhor maneira possível, tocando sua vida normalmente. E aproveite para dizer ao seu amigo ou amiga que respeita a posição dele (a), os seus sentimentos; e que continuará separando as coisas, isto é, sendo um bom amigo.

mulher-sozinha

• Quando você não conhece bem o amado – as inseguranças e receios são maiores, pois não há muita informação a respeito da pessoa. E muitas idealizações são formadas também.

Resultado: ficamos fragilizados e sensíveis, na dúvida se somos suficientemente interessantes para conquistar o amor não correspondido.

Antes de fazer qualquer tipo de declaração ou tentativa de conquista, procure mais informações sobre o outro.

E não permita que algo que nem existe ainda, ou seja, um “relacionamento” que só está na sua cabeça, seja responsável pelo seu estado emocional.

Por exemplo: a pessoa que surge nas nossas vidas e provoca nosso interesse não deve transformar o mundo de tal forma que ele só fique bom quando ela está por perto.

Lembre-se: mesmo que o garoto ou garota um dia retribua o sentimento, o ideal é não colocar a própria felicidade nas mãos de ninguém, ainda que o amor torne tudo mais colorido e dê sentido ao dia a dia.

Quanto o amor não é correspondido, então, pode ser devastador esperar que as alegrias venham de fora.

Não existe uma fórmula mágica de como agir para conquistar um amor não correspondido. Muitas vezes, o que serve para uma pessoa não é indicado para outra.

O importante é ter uma espécie de feeling próprio, de perceber nas entrelinhas das relações quais os melhores passos a serem tomados em cada caso.

E se não der certo, bola para a frente! A vida continua – e é linda, assim como o amor. Mas quando ele não é correspondido, e você já fez a sua tentativa, deixe-o ir. Outro virá!

Boa sorte e até breve com mais dicas…


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *